sexta-feira, 11 de novembro de 2005

Kaapor (índios maranhenses) (Fonte: site Amazônia Maranhense )
Os Ka´apor surgiram como povo distinto há cerca de 300 anos, provavelmente na região entre os rios Tocantins e Xingu. Talvez por causa de conflitos com colonizadores luso-brasileiros e com outros povos nativos, iniciaram uma longa e lenta migração que os levou, nos idos de 1870, do Pará, através do rio Gurupi, ao Maranhão. Colonizadores brasileiros que atacaram e aniquilaram aldeias Ka'apor, por volta de 1900, ficaram surpresos ao descobrirem esplêndidos cocares de penas coloridas dentro de pequenos baús de cedro, que os sobreviventes, em fuga, teriam deixado para trás. Quando as autoridades brasileiras tentaram "pacificá-los" pela primeira vez, em 1911, os Ka'apor, como os Nambiquara no Mato Grosso, eram considerados um dos povos nativos mais hostis no país . Tal pacificação, tanto dos Ka'apor quanto dos karaí (não índios), ocorreu em 1928 e durou por quase 70 anos. Recentes invasões da terra dos Ka´apor pelos Karaí, entretanto, ocasionaram novas hostilidades e estão colocando a sobrevivência étnica dos Ka´apor novamente em risco.

8 comentários:

Diacui disse...

Que lindo, Dona Ursa!
Estreou os "ensinamentos" do cursinho de etiqueta lá em casa!
Rsrsrsrsrsrssssss...
Todo mundo ficou de olho em ti!!!
Rsrsrsrsrsssss...
Vim agradecer pelos chás!
Já estou tomando!
Depois de tanta festa, fiquei com a garganta em frangalhos (sério mesmo!), :((( , estou até com febre!
Vou aproveitar para agradecer também por me "linkar"!!!
Já me achei ali na listinha!
Vivaaaaaa! :)
Beijos!!!

Angela Ursa disse...

Oi, Diacui! Aqui na floresta você pode voar à vontade, viu? E tomar bastante chá com bolinhos de mandioca.
O cursinho de etiqueta salvou mesmo a Ursa desta vez ;)) Eu sou meio estabanada e desajeitada mesmo. Não repare, viu? Tome aquele chazinho pra febre. Desejo melhoras! Beijo!

Taia disse...

Tô achando ótima essa integração dos blogs, todos se comunicam, muito bacana...
escrevi ali em baixo, no outro post, pensei que fosse tudo uma coisa só.
to meia lélé da cuca, hihihi

Jôka P. disse...

AMEI o Panda WEB CAM !!!
Bacanérrimo !
:D

Margaret Dal-Ri disse...

Ursa
Vc sabe qual o motivo da hostilidade entre ka'apor e karaí?É disputa por terra?E os karaí(não índios) são nativos?

Angela Ursa disse...

Renata, não faz mal. Eu sempre recebo as notificações dos comentários por e-mail e leio todos :)) Beijos!

Jôka, esse pandinha é o ursinho de estimação da Ursa. Aliás é uma pandinha e o filhotinho :)) Beijos!

Margaret, desculpe mas não sei a razão da hostilidade. Vou procurar me informar. Beijos!

Saramar disse...

Angela Ursa, boa noite.
Obrigada pela aula. Aliás, já disse que seu blog deveria ser divulgado nas escolas. Já imaginou que delícia a meninada remexendo aqui na Floresta?

Beijos

Angela Ursa disse...

Saramar, a floresta da Ursa está à disposição dos alunos, viu? Beijos!