sábado, 11 de fevereiro de 2006

Bruce Beehler/CI

Cientistas encontram “Jardim do Éden” (Fonte BBC - notícia publicada no site ECOINFORME )
Uma equipe internacional de cientistas descobriu 20 novas espécies de sapos, quatro de borboletas e pelo menos cinco novos tipos de palmeiras durante uma expedição na região isolada perto das Montanhas Foja, na província de Papua, no leste da Indonésia, que cobre uma área de mais de 1 milhão de hectares de florestas.
Entre as descobertas da equipe, formada por pesquisadores dos Estados Unidos, Indonésia e Austrália, está um exemplar de uma ave que acreditava-se estar extinta há pelo menos cem anos. Trata-se da Parotia berlepschi, também chamada de ave do paraíso, descrita por caçadores do século 19.
É como um Jardim do Éden na Terra, disse Bruce Beehler, um dos líderes da equipe. Mas as descobertas terão de ser analisadas por outros pesquisadores antes de classificadas como novas espécies. Não há indícios do impacto ou presença humana nestas montanhas. Nós fomos levados de helicóptero. Não havia nem uma trilha, disse Beehler.
Segundo ele, até os dois membros de tribos da Indonésia que acompanharam os cientistas ficaram impressionados com o isolamento da área.
Alaranjada
Uma das descobertas mais notáveis, segundo os pesquisadores, foi uma ave que se alimenta de mel e possui a face alaranjada --a primeira nova espécie de ave a ser vista na área em mais de 60 anos. Também foi encontrado um mamífero da espécie Dendrolagus pulcherrimus que, acreditava-se, estava perto da extinção. Beehler disse que algumas das criaturas encontradas pela equipe não reagiram com temor ao serem confrontadas com seres humanos. Dois equidnas de bico longo, mamíferos que botam ovo, permitiram até que cientistas os levassem para seu acampamento para estudo, acrescentou o pesquisador.
A expedição de dezembro de 2005 foi organizada pela Conservation International, sediada nos Estados Unidos, juntamente com o Instituto Indonésio de Ciências. A equipe admite que em sua viagem de um mês não teve tempo suficiente para investigar toda a área. Beehler espera voltar ao local ainda neste ano.

2 comentários:

Saramar disse...

Angela Ursa, que bom que voltou!
Espero que seu micro agora esteja perfeito.

Essa notícia que voc~e trouxe é algo maravilhoso. meu sonho é que aquele local lá com essa floresta imensa, ficasse fechada aos seres humanos, a não ser os cientistas. Só assim, esses animaizinhos teriam garantia de continuar a sobreviver.
É emocionante ver que eles não têm medo dos homens.

Obrigada

Beijos
Saramar

Angela Ursa disse...

Amiga Saramar, ainda não pude levar meu micro para a troca de placa por causa de trabalho e porque a cadela daqui de casa sofreu uma cirurgia esta semana. Ela está bem mas ainda precisa de cuidados para a recuperação total, porque tem a fase de curativos. Por enquanto, literalmente preciso "empurrar" as memórias do micro antes de ligar para ele funcionar. Beijos!!