segunda-feira, 20 de março de 2006

Encontro de Cantadores Timbira
CD AMJËKIN - Música dos Povos Timbira
(Fonte das imagens e informações: CTI - Centro de Trabalho Indigenista)

O CD tem coordenação musical de Kilza Setti e participação de mais de 200 índios das etnias Gavião-Pykopjê, Canela-Ramkokamekra, Canela-Apaniêkra, Apinajé, Krahô e Krikati. O trabalho é um dos resultados do projeto Arquivo Musical Timbira, do Programa Educação e Referência Cultural do CTI. A obra reúne pequenas amostras de cantos rituais como os de Këtwajë (rito de iniciação dos jovens para a idade adulta), Wy’ty (rito de recebimento ou entrega de dignidade ritual), Pepkahyc (segunda etapa do rito de iniciação masculina), Pyrëkahyc (rito da “falsa tora” ou do final do luto), pequenos trechos de cantigas de ninar, de festas, de caçada, entre outros. São pequenos fragmentos sonoros que, além do valor musical, reforçam e consolidam a unidade lingüística e cultural dos Povos Timbira. O CD é a comprovação das afinidades culturais e da forte identidade entre os diversos grupos Timbira.
Por meio de encontros e oficinas, junto aos Povos Indígenas do Maranhão e Tocantins, foram gravadas, in loco, mais de 30 horas de música - disponíveis no Acervo do Projeto - das quais foram selecionadas quase 4 horas, que resultaram no rico repertório desse CD. As gravações foram realizadas durante uma semana, no I Encontro de Cantadores Timbira, realizado em fevereiro de 2004, pelo Centro de Trabalho Indigenista e a Associação Wy’ty Catë dos Povos Timbira do Maranhão e Tocantins, com patrocínio da Petrobras.

Onde adquirir em Brasília:
Sede do CTI - SCLN 210 Bloco - C, Sala 217/218 - Cep: 70.862-530, Brasília-DF, Fone: +55 (61) 3349-7769 - Fax: +55 (61) 3347-5559,
cti@trabalhoindigenista.org.br
Onde adquirir em São Paulo: Escritório do CTI, Fone: +55 (11) 3086-1673
cti@trabalhoindigenista.org.br

5 comentários:

Diana disse...

Bom dia....

Legal...pena que é tão pouco difundido....
Bjs...

Daia disse...

Oi, amiga.
Sugiro este site http://www.almadorio.org.br
E bom saber que há iniciativas como esta, que contribuem para a preservação da cultura indígena.
Abraços. :)

Jôka P. disse...

Será que vão piratear o CD dos tocadores de timbira e vender nos camelôs de Copacabana ????
:/

Angela Ursa disse...

Diana, é verdade. Devia haver maior divulgação dos CDs de música indígena, inclusive, venda em shoppings e grandes lojas. Beijos!

Daia, obrigada pelo link! Vou visitar. Beijos! :))

Jôka, é difícil mesmo encontrar CDs indígenas. Os camelôs de Copa não vão poder piratear ;)) Beijos da Ursa!

Saramar disse...

Ursa, obrigada por essas indicações. A música indígena é de uma riqueza, de uma beleza tão imensas que parece nos transportar para a floresta, para o éden.

Beijos