quinta-feira, 11 de maio de 2006

O pesquisador Luiz Fernando Ribeiro (Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo )

Brasileiro descobre o menor vertebrado terrestre (Fonte: Terra)
O pesquisador brasileiro Luiz Fernando Ribeiro descobriu duas espécies de anfíbios da família Brachycephalidae, medindo entre 8 e 18 milímetros. O grupo dos menores vertebrados terrestres do mundo, só existem na mata atlântica e se distribuem nos estados do Espírito Santo e do Paraná. Os sapinhos adultos achados em morros da Serra do Mar paranaense têm 10 a 12 milímetros.
Ribeiro chama a pesquisa de "sapinhos da montanha". O trabalho foi realizado para a tese de doutorado do pesquisador. As pesquisas concentraram-se nos morros Marumbi, Caratuva, Serra da Prata e Serra da Igreja.
Os animaizinhos têm seu hábitat em altitudes que variam de 1 mil e 1,8 mil metros, vivendo no chão da floresta, entre folhas e galhos. Apesar do tamanho, suas cores são vivas e marcantes, como o amarelo, laranja, vermelho e marrom. Diferente da maioria dos anfíbios, têm hábitos diurnos, preferem a baixa temperatura e andam mais do que pulam.
Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, Ribeiro aproveita suas pesquisas para mais um apelo pela preservação da mata atlântica. "É preciso conservar o que restou", pede. Os animais que ele encontrou estão em locais, por enquanto, de difícil acesso.
Em 2005 o pesquisador descobriu outras duas espécies do mesmo gênero: Brachycephalus brunneus e B. izecksohni. As novas são as espécies B. ferruginis e B. pombali. "Todas são endêmicas no Paraná", explicou o pesquisador, que é professor de Genética na Universidade Tuiuti. Atualmente são conhecidas dez espécies da família Brachycephalidae.

7 comentários:

greentea disse...

hoje passo um aviso de Conservação e Desenvolvimento na "mata atlantica" de Sintra, património mundial...
sei q não poderás cá estar, mas fica o desejo de valorizarmos estas iniciativas.

tem um bom dia

Diana disse...

Olá.....

que bom essas coisas acontecendo...é o nome do Brasil indo em frente...
Bjs....

Tom, um ser diferente... disse...

Ursa,
Muita segredos ainda serão desvendados em nossa farta natureza. Seria muita pretensão do homem-branco achar que já descobrimos tudo. Eu acho que estamos ainda no começo. Se sobrar um pouco de inteligência nos governantes do nosso país, providências serão tomadas para preservar espécies e florestas como todos nós desejamos.
Beijo pra você!
Tom

Matilda Penna disse...

Muito ainda que descobrir na natureza e logo, antes que acabe?
Algo assim...
beijos, :).

Nika disse...

Olá Angela. A importância da consciência a cada dia mais se faz muiito necessário. Seu Blog é muito atento aos problemas que estão afetando a saúde do planeta! Muito bom mesmo. Grande abraço, Nika

Angela Ursa disse...

Greentea, parabéns pelo tópico em defesa da mata atlântica de Sintra! Beijos da Ursa :))

Diana, a gente precisa mostrar também o que tem de bom no Brasil. Beijos!

Tom, o problema é que a inteligência dos governantes está voltada para outras coisas que só interessam a eles. Beijo da Ursa!

Matilda, que a natureza seja forte e sobreviva aos ataques contra ela. Beijos da Ursa!

Nika, obrigada pelo apoio à Floresta da Ursa! Beijos!

Silvio Vasconcellos disse...

em meio ao esquecimento da civilização, quantos já se perderam...