quarta-feira, 28 de junho de 2006


Esquema do tabuleiro do Adugo, com a posição inicial das peças

Pedro Kajibi coloca as pedras no tabuleiro de Adugo, desenhado no chão, na aldeia Meruri

Jogo indígena Adugo
(Fonte: Estadão)

Foi entre os Bororos, na aldeia Meruri (MT), que os pesquisadores Maurício Lima e Breno Nogueira fizeram a descoberta mais instigante até o momento. Ali se joga o Adugo, um jogo de estratégia, complexo, digno de culturas muito desenvolvidas. “É um jogo muito elaborado, não sabíamos que índios brasileiros o conheciam”, relata Lima. A expedição fez, portanto, o primeiro registro histórico deste jogo entre povos nativos do Brasil.
Adugo é um jogo de tabuleiro, jogado no chão, em que uma pedra representa a onça e outras 14 pedras representam cachorros. A onça tem de comer os cachorros e estes, por sua vez, têm de encurralar a onça. Jogos semelhantes são conhecidos na Índia (tigre contra cabras) e na China (senhor feudal contra camponeses), por exemplo.
Mas é no Peru que está a provável origem histórica do Adugo brasileiro. Os Incas costumavam jogar um jogo semelhante, em que o puma (onça parda dos Andes) enfrentava os carneiros. Ainda hoje os indígenas peruanos praticam este jogo.
Os pesquisadores encontraram também jogos semelhantes aos dos Kamaiurás, como o equivalente à Cama de Gato. Brinquedos como bonecas, petecas e piões também são feitos entre os Bororos, mas com materiais diferentes e estilo próprio.
Na aldeia Meruri foram produzidas poucas imagens: só do Adugo e do Cama de Gato. Os pesquisadores encontraram algumas dificuldades na rotina dos moradores da comunidade e priorizaram, assim, as anotações sobre os jogos, brincadeiras e brinquedos.

Como jogar Adugo
preparação do jogo: Disponha as peças conforme o esquema acima
número de jogadores: Dois. Um fica com a onça e o outro com os 14 cachorros, e os dois alternam-se na vez de jogar
objetivo do jogo: O jogador com a onça deve capturar cinco cachorros; o jogador com os cachorros deve encurralar a onça, deixando-a sem possibilidade de se mover em qualquer região do tabuleiro. O jogador com os cachorros não pode capturar a onça
movimentação das peças: As peças se movem para qualquer direção do tabuleiro, sempre ocupando casas livres. O jogador com a onça inicia a partida movendo sua peça para qualquer casa livre adjacente. Em seguida, o jogador com os cachorros move qualquer uma de suas peças. A onça captura um cachorro quando salta sobre ele para uma casa vazia (como no jogo de Damas). Pode-se capturar mais de um cachorro numa única jogada (também como nas Damas)
quem vence: O jogador com a onça vence quando consegue capturar cinco cachorros; o jogador com os cachorros vence quando consegue impedir qualquer novo movimento da onça

12 comentários:

déco disse...

gostei, quero jogar, joga comigo?

;)

Angela Ursa disse...

Déco, seja bem-vindo à floresta virtual! Aqui dá para fazer um campeonato :)) Abraços!

Diana disse...

Bom dia....

To na vez tb.....
Rsss...
Bjs....

Tom, um ser diferente... disse...

Que jogo massa.. e o legal é que dá pra jogar em qualquer lugar, né?

Beijos na Ursa!

Tom

Janaina Staciarini disse...

Ahhhhh vamos jogar??? Eu aaammmoooo jogos!

Matilda Penna disse...

Adorei saber do Adugo, ainda há muito a ser estudado entre os índios, estudado e aprendido.
Gostei também de saber da origem do jogo, o Peru, os incas, os romanos do nosso continente, todos os caminhos levam para eles, adoro essa teoria.
Beijos, :).

Cristiano Contreiras disse...

e sábado, amanhã, veremos o tal esperado JOGO!

Mais tensão nos aguarda.
boa sexta!

Angela Ursa disse...

Amigos, só vim deixar beijos para vocês porque hoje fiquei no maior corre-corre. Depois escrevo com calma! Carinho da Ursa :))

Saramar disse...

Angela Ursa, querida, bom dia.

Veja que coincidência: estava revisando um texto sobre brincadeiras infantis ontem e nele, aparece justamente esse jogo, com o nome de "jogo do cachorro e da onça". Achei muito interessante e não sabia de sua origem indígena.
Sempre digo que este blog é uma escola.

Beijos e bom final de semana (sem corre-corre).

Angela Ursa disse...

Queridos amigos, depois me contem se experimentaram jogar o Adugo. Beijos da Ursa! :))

Anônimo disse...

Tenho uma dúvida: os cachorros pode se mover só para casas adjacentes ?
Para comer mais de um cachorro na mesma jogadaa onça precisa fazer "escala" em uma casa vaga entre eles?
Quero jogar com meus alunos e não estou segura.
Agradeço explicações.
anadazevedopsi@yahoo.com.br

Elisa Kerr disse...

Boa tarde Angela!
Quanto ao jogo Adugo, gostaria de saber se os cachorros podem encurralar a onça em qualquer posição do tabuleiro ou só naquele triângulo abaixo. Isso não ficou claro para mim que estou aprendendo para ensinar aos meus alunos. Fiquei pensando por que teria essa parte fora do quadrado. qual a lógica dela se não for para encurralar a onça? Estávamos treinando na escola, seguindo as regras quando surgiu essa duvida?
Ficarei grata se puder nos ajudar.
Profª Elisa Kerr