sexta-feira, 14 de julho de 2006

(Fonte da imagem)

Ônibus desenvolvido pela Fatec é o primeiro do mundo movido a óleo de cozinha.
Pesquisa tem como parceiros a Fepaf e a Prefeitura de Botucatu, SP.
(Renato Fernandes, jornal Diário da Serra, 12/07/2006)

Há sete anos, antes mesmo de iniciar as discussões em torno do biocombustível, o coordenador de curso da Fatec de Botucatu e pesquisador, Luís Fernando Nicolosi Bravim, começou a realizar pesquisas em torno de combustíveis ecologicamente corretos e conseguiu desenvolver um motor que funciona movido a óleo de cozinha.
Para desenvolver o projeto, ele conta com o apoio da Pref. Municipal de Botucatu, que forneceu um ônibus e da Fepaf - Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais.
"Estão sendo feitos testes com o sistema em um carro de passeio, barco e no ônibus. O interesse da Prefeitura nesse projeto é adaptar os veículos da frota escolar para esse tipo de combustível", explica.
O sistema permite que o veículo circule com três tipos de combustível: o óleo de cozinha, óleo diesel e biocombustível.
"O interessante desse sistema é que se pode reutilizar o óleo que já foi usado na fritura de alimentos. A economia é grande já que se encontra no mercado óleo a R$ 1,20 e se reutilizar o da cozinha o custo é zero. Para abastecer, o custo do motorista será 3% tomando como base um motor a diesel e 20% maior na comparação com motor a gasolina", coloca.
A conversão é feita através de um kit que é instalado no motor. O equipamento está em processo de patenteamento e segundo o pesquisador, a conversão para esse sistema custará em média R$ 500,00. "Estamos em fase final. O ônibus será pintado para participar de exposições e eventos".

10 comentários:

Taia disse...

E a queima desse óleo é mnos poluente?
Queria saber mais...
Beijo.

José Manuel Dias disse...

Interessante...
Um abraço de Portugal!

Matilda Penna disse...

Olha que é interessante, é renovável, reutilizável e barata, tudo o que se quer.
Beijos, :).

Angela Ursa disse...

Fada Renata, pelo que entendi, esse combustível não polui como os tradicionais. Beijos da Ursa!

José Manuel, seja sempre bem-vindo à floresta virtual! Abraços florestais da Ursa! :))

Nanbiquara, tomara que, em breve, esse combustível possa ser usado por todos. Beijos da Ursa! :))

greentea disse...

No concelho de Sintra, onde eu vivo, existe uma central para reutilização do biodiesel a partir de óleos de cozinha já usados e que numa 1ª fase serve para os onibus municipais sendo depois extensivel a outros veiculos....

Angela Ursa disse...

Greentea, que ótima notícia!! Então, já estão usando esse combustível em ônibus municipais em Portugal. Beijos da Ursa!

g disse...

lendo esta notícia, já não tão recente, gostaria de saber se já está disponível esta tecnologia e outras informações. como consegui-las. abraço guilherme

Diva Queiroz disse...

olá, gostei da proposta de economia e não poluite

W W F disse...

gostei muito da idéia! Parabéns, o Brasil precisa de gente assim!

Gil disse...

Entreviste esse cidadão, merece ser divulgado.