quinta-feira, 20 de julho de 2006

Índio tembé (Fonte da imagem)

Tembés - Madeireiros acusados de ameaça de invasão
(Fonte: Diário do Pará - matéria publicada no site Amazonia.org.br )

Representantes de cinco aldeias da comunidade Tembé estiveram reunidos com o Secretário de Justiça, Marcos Eiró, e com representantes do Programa Raízes, Funai e Polícia Militar, discutindo pleitos e fazendo reclamações provocadas pela ameaça de invasão de madeireiros em terras indígenas localizadas na região Leste do Pará, quase fronteira com o Estado do Maranhão. A principal preocupação dos índios é quanto à permanência do policiamento para evitar que os madeireiros ocupem suas reservas, onde, inclusive, já foi constatada plantação de maconha, mesmo depois de 30 mil pés terem sido retirados pela Polícia “mas tem muito mais”, revelou Joca Tembé, da Aldeia Itahu.
Outra reivindicação dos índios é a complementação de recursos, mas neste aspecto a Coordenadora do Programa Raízes, Adelina Braglia, esclareceu que “já foram tantos os empecilhos, que agora teremos que fazer uma nova licitação, pois esta é a única solução”. O secretário de Justiça, Marcos Eiró, confirmou que vai levar todas as reivindicações dos índios ao Governador do Estado esperando “no menor prazo possível ter uma resposta”.
Os índios estão no aguardo da complementação que será destinada à compra de equipamentos, inclusive gerador de energia. O coronel Antonio Carlos de Brito Azevedo, da Divisão de Polícia Ambiental da PM, reconheceu que neste período (julho a dezembro) “é indispensável a presença de policiais naquela área”, pois os madeireiros aproveitam a ausência do policiamento para invadir e extrair madeiras.

9 comentários:

Palpiteira disse...

Oi, Ursa! Tudo "ão" por aqui. Dei de topo com esse indião, todo bonito e enfeitado. Logo abaixo, um leão.
A rádio não é 24h, hehehe. Vc deve tê-la acessado quando estava fora do ar. :) Mas obrigada por tentar. Quero ver se faço um programa diário por lá.
Beijão.

Elcio Domingues disse...

Por que será que neste país não se cumprem as leis? Por que essa dificuldade congênita de se fazer as coisas conforme estão escritas nos nossos códigos e regulamentos? Por que isso aqui tem de ser uma eterna "casa da mãe joana"?. Sou daquela opinião de que não precisamos criar mais leis, nem endurecer as que existem; precisamos cumpri-las e fazer com que sejam cumpridas.

Que bom que gostou da singela homenagem a Borges! Isso é um estímulo para mim. Pode acreditar!

Bjs e que seu fim-de-semana seja ótimo!

Elcio Domingues.

luciane disse...

Oi, Angela Ursa! Muito obrigada pelo email. Você sempre tão gentil!

Pois a seca aqui está danada. De certa forma, e infelizmente, acho que é preciso "apertar no sapato" dos países ricos pra que eles vejam que a mudança climática global é um tema que os afeta também. A estiagem e as conseqüência para agricultura foram matéria de primeira página do maior jornal sueco de ontem. Vamos ver se o pessoal do G8 se toca, né?

Sobre essa tua matéria dos índios, acho que enquanto houver mercado pra esse tipo de madeira, os índios vão continuar pagando o pato. Infelizmente.

Angela, encomendei o livro sobre plantas medicinais que você publicou aqui. Deve chegar em +-15 dias.

luciane disse...

Deixo um abraço apertado e desejo de bom fim de semana.
Luciane

Lia Noronha disse...

Ursa: é um apena que os indios tenham que lutar...implorar...por um pouco de dignidade e respeito,não é mesmo?
Abraços fraternos diretos do meu Cotidiano.

Carolina disse...

Nossa, sem querer dar uma de estudante chata, mas... Esse foi um dos principais assuntos abordados na minha aula de Geografia do 2º bimestre. Minha professora faz pesquisas na Amazônia e falou que é horrível, que os locais que por direito são dos Índios, são disputados também por Mineradores e MST. Que é como se fosse um pedaço de terra fora do país, sabe? Pois não há leis, nem nada... Somente o uso da violência.

Absurdo demais. =/

Angela Ursa disse...

Super Palpiteira, depois vou tentar novamente acessar a sua rádio. Está tudo ÃO por aqui sim! :)) Beijos!

Elcio, é verdade, leis nós temos de sobra, o problema é que não cumprem. Beijos da Ursa!

Luciane, eu ando meio descrente em relação ao G8. Mas vamos aguardar se surgem coisas positivas. Que bom que você conseguiu encomendar o livro! Beijos da Ursa :))

Lia, infelizmente, muitas vezes, os índios não têm como se defender da violência e violação de suas terras. Beijos floridos!

Carolina, seja sempre bem-vinda à floresta! Gostei do seu comentário. É verdade, o direito dos índios é ignorado por esses constantes invasores. Beijos!

Jôka P. disse...

Dona Ursa,
super legal a foto desse índio lindamente produzido!!!
ADOREI !

Angela Ursa disse...

Jôka, a pintura e os ornamentos desse índio são uma obra-de-arte mesmo! Beijos da Ursa :))