quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Formiga-de-estalo bateu recorde de rapidez entre animais

Mordida de formiga chega a 100 km/h


Formigas da espécie Odontomachus bauri, mais conhecidas como formigas-de-estalo, mordem a uma velocidade de 100 km/h – ou 2,3 mil vezes mais rápido que um piscar de olho, revelaram imagens digitais em alta velocidade.

A nova medição deu a essas criaturas, nativas da América do Sul e Central, o recorde de rapidez com que um animal move suas partes do corpo.
As fotos mostraram ainda que as formigas usam a mandíbula para outros fins além de proferir mordidas com uma força 300 vezes maior que o peso do seu corpo.
Mordendo o chão, elas são capazes de arremessar a si mesmas para fugir de perigos iminentes.

Física
A pesquisadora Sheila Patek, da Universidade da Califórnia, Berkeley, disse que é tudo uma questão de "física simples".
"As mandíbulas destas formigas são relativamente curtas. Desferem mordidas poderosas porque conseguem acelerar muito rapidamente", disse a pesquisadora, que fez suas pesquisas de campo na Costa Rica e as publicou na revista Proceedings of the National Academy.
O co-autor do estudo, Andy Suárez, da Universidade de Illinois, explicou o mecanismo pelo qual as formigas se "auto-arremessam" para fugir de algum perigo.
"Se elas mordem alguma coisa muito dura para ser esmagada, o impacto as precipita para cima", disse o cientista.
Este efeito rebote projeta o inseto em um vôo breve e acidental, que termina em um pouso forçado alguns centímetros adiante.
A jornada pode parecer caótica e desconfortável, mas as formigas são leves demais para se ferirem nesta desventura.
Na verdade, a doutora Patek e sua equipe agora comprovaram que elas às vezes realizam vôos voluntariamente.
A manobra permite às formigas escapar de predadores como lagartos, que atacam rapidamente e não se intimidam com as ferroadas.
Além disso, o “efeito-pipoca” de várias formigas pulando ao mesmo tempo pode servir para confundir outros animais.
"Os resultados nos mostram maneiras surpreendentes e interessantes como um único sistema mecânico pode ser usado para comportamentos tão distintos", afirmou a pesquisadora.

(Fonte: site BBC ) CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR VÍDEO QUE MOSTRA ESSA FORMIGA.

7 comentários:

Taia disse...

Angela, eu tenho horror a insetos.
Ai que feio, mas é verdade.
Se me deparar com uma formiga dessa, aiaiai...
Beijão querida.

Lia Noronha disse...

Ursa: o tamanho não quer dizer nada qdo o poder está em jogo!
Boa quinta pra vc minha querida amiga .
Beijos carinhoso pra vc.

ana de toledo disse...

olá Ursa!
tá dando uma saudade do Jôka né?
sabe, eu tenho verdadeiro pavor de formigas, pois levam naquelas patinhas minúsculas um monte de bactérias pois passeiam em cima de qualquer coisa até as sujas! e as espalham nos bolos alimentos e até nos hospitais...
eca!!
beijão

Angela Ursa disse...

Fada Renata, essa formiga dá medo mesmo. Imagine levar uma ferroada dela com velocidade de 100 km!! Cruzes! Beijos e carinho da Ursa!

Lia, é verdade. Nesse caso, o ditado é super verdadeiro: tamanho não é documento. Beijos floridos da Ursa!

Ana Toledo, nem me lembre isso. Aqui tem muita formiga daquela pequena. Elas andam em tudo. Na cozinha, é preciso estar super alerta protegendo biscoitos, panelas, etc. senão elas invadem. Beijos!!

Márcia(clarinha) disse...

Credo!!
Tão pequena e tão perigosa.
Linda noite querida
beijossssssssss

Saramar disse...

Ursa, mas que bichinho danado!!!!

beijos

Angela Ursa disse...

Márcia Clarinha e Saramar, essa formiga é poderosíssima! :)) Beijos da Ursa!