quinta-feira, 7 de setembro de 2006

Canção triste
(Fonte: site Índios On Line)

Na minha aldeia tinha palmeiras
Onde cantava o sabiá
As aves que aqui gorjeavam
Não gorjeiam mais

Nosso céu tem poucas estrelas
Nossa floresta desmatada
Nossos bosques perderam a vida
Nossa vida tristonha

Em cismar sozinho, à noite,
Prazer não encontro eu aqui.
Minha aldeia tinha palmeiras
Onde cantava o sabiá.

Não permita Deus
Que a nação indígena morra
Sem que resgatemos nossa terra,
Sem que desfrutemos dos primores
Que aqui existiam,
Sem que ainda aviste as palmeiras
Onde cantavam o sabiá.

Paródia da Canção do Exílio (Gonçalves Dias)

Aliana Pataxó (Iata)

13 comentários:

Matilda Penna disse...

Tão tristes esses versos, tão tristes...
Já eram tristes no original, ficaram mais tristes ainda...
Enfim, que Deus permita sim, amém!
Beijos, :).

Jôka P. disse...

Ursa, eu e a Gretchen viemos tomar o capuccino florestal com você...
Conga - conga - congaaaaa !!!
Freak le bum bum !
:D

Angela Ursa disse...

Nambiquara, esse lamento indígena é um protesto forte contra tudo o que eles têm passado durante anos. Mas tomara que eles não percam a esperança e que haja mudanças logo. Beijos!

Jôka, então o Yan vai ficar muito feliz quando souber que a Cindy gostou dele ;)) Conga, conga!! Essa dança é boa para esquentar, espantar um pouco o frio. Já servi o capuccino para você e a Gretchen. Beijos da Ursa!

Meiroca disse...

Gostei do teu blog.

Angela Ursa disse...

Meiroca, seja sempre bem-vinda à floresta! Beijo da Ursa

katia disse...

Estou realizando um trabalho de divulgação do meu texto sobre o dia da independência e gostaria de convidar você para conhecer o meu blog www.gritocidadao.zip.net. Aguardo sua visita e comentários, mesmo que for só para registrar a sua presença. Desde já agradeço a atenção. Abraços Kátia

Kristal disse...

Ainda estão servindo o café capuccino ?
Vim participar dessa simpática reunião na floresta.
Beijo
Kristal

avelana disse...

linda canção essa

já não falando da foto, angela

beijinhos

Angela Ursa disse...

Katia, vou visitar sim seu blog. Abraços florestais! :))

Kristal, ainda tem capuccino. Pode se servir e sentar aqui na oca :)) Beijos da Ursa

avelana, é um lamento urgente! Saudações florestais da Ursa :))

Tom, um ser diferente... disse...

Ursa! Que lindo!
Em frente ao meu prédio um casal de Sabiás fizeram um ninho num árvore enorme, e eles cantam pela manhã, bem próximo a minha janela. Uma delícia!

Beijos e bom fim de semana.

Tom

Angela Ursa disse...

Tom, os sabiás são pássaros bonitos. Então, você tem dois cantores na janela ;)) Beijos da Ursa

Lia Noronha disse...

Ursa: a poesia de Gonçalves Dias ...se tornou um triste lamento...da Natureza tão sofrida!
Boa noite e abraço diretamente do meu Cotidiano.

Anônimo disse...

obrigada

essa paródia deu um otimo trabalho de escola....
Não precisei nem pensar
te mais
bjuxxx