sábado, 16 de dezembro de 2006

Boto chinês Baiji, considerado extinto
Gigante salvando golfinho

Enquanto uns matam outros salvam


Homem mais alto do mundo usa braço gigante para salvar golfinho
(Fonte: UOL)

Pequim, 14 dez (EFE).- Os tratadores de um parque oceânico chinês recorreram ao homem mais alto do mundo, segundo o Livro Guinness, que introduziu seu braço no estômago de dois golfinhos que ingeriram fragmentos de plástico de sua piscina, informou hoje a agência "Xinhua".
Os dois golfinhos ficaram doentes há duas semanas, ao comer acidentalmente fragmentos de plástico da beira da piscina onde costumam fazer suas acrobacias.
Os veterinários do parque oceânico Fushun, em Liaoning, no nordeste do país, tentaram sem sucesso uma intervenção cirúrgica.
Viram então que teriam que extrair os plásticos com um objeto longo, capaz de retirar os fragmentos. Por isso decidiram recorrer a uma solução menos convencional.
Os especialistas localizaram Bao Xishun, um pastor da Mongólia Interior que com 2,36 metros entrou no ano passado para o Livro Guinness dos Recordes como o humano mais alto do mundo.
O gigante, guiado pelos veterinários, introduziu um de seus braços (de 1,06 metro) pela boca dos golfinhos e conseguiu chegar até o estômago, tirar os fragmentos plásticos e salvar a vida dos animais, como mostram as fotos da "Xinhua".
"Ainda ficam pequenos pedaços de plástico, que poderão ser digeridos. Esperamos que os golfinhos se recuperem em breve", disse Zhu Xiaoling, um dos veterinários do aquário.
________________________________

Boto chinês já está extinto, dizem biólogos

DA ASSOCIATED PRESS

Biólogos que percorreram o rio Yangtzé, na China, declararam ontem que a espécie de boto que habita a região está "funcionalmente extinta". Após seis semanas de busca, cientistas afirmaram que o baiji, cetáceo quase cego e de pele branca que só existia naquela região, não suportou a pressão ambiental.
Os culpados foram a pesca predatória, a poluição, o tráfego de barcos e seus sonares, que atrapalha a navegação do animal.
Se for confirmada a extinção, este será o primeiro caso de um mamífero aquático aniquilado por pressão humana desde 1950, quando a foca-monge sumiu no Caribe.

4 comentários:

Jôka P. disse...

Que história legal, Dona Ursa !!!

Lia Noronha disse...

Ursa: bem interessante..nós aprendemos sempre ao visitarmos a sua Floresta!Bjus bem urbanos da amiga de sempre.

Angela Ursa disse...

Jôka, essa história do gigante e do golfinho dava até um romance! Beijos floridos!!

Lia, obrigada pelo carinho! Beijos!

Diana disse...

Bom dia.....

eita coisa boa...ver o ser humano ajudando os animais....
Bjs....