sábado, 2 de dezembro de 2006


Área ianomami Ajuricaba, localizada no Rio Demene, o limite sul do território desta nação indígena, que se estende ao norte até a Venezuela e a nordeste até Roraima.
(Fonte da imagem e das informações: - Foto: Clayton F. Lino/AE e trechos de matéria de Gabriel Nogueira, jornalista da Agência Estado, AE)

Os ianomamis são a última nação indígena da região do Demene com escasso contato com o homem branco. O grupo conseguiu sobreviver relativamente afastado por seus hábitos nômades e por ocupar uma área muito distante da cidade, rio acima. As outras tribos do Demene - como os bahuana, cheriana e baniwa da nação Arauaca, foram dizimados pela escravidão e por doenças como pneumonia e sarampo, trazidas pela "civilização" branca.

2 comentários:

Saramar disse...

Ursa, boa tarde.
Como sabe, estive afastada dos blogs, sem poder visitar os amigos por mais de um mês. Desculpe-me, foi o trabalho.

Sobre os ianomanis, gostaria muito de saber de algum livro que contasse a história deles. Você pode indicar algum?

Obrigada.

beijos e saudades

Angela Ursa disse...

Oi, Saramar! Seja bem-vinda! Eu não encontrei na internet referência a livros sobre a vida dos ianomamis. Mas no site da Comissão Pró-Yanomami você pode obter muitas informações sobre eles:

http://www.proyanomami.org.br/v0904/index.asp

Beijos da Ursa!