domingo, 10 de agosto de 2008

Homenagem ao Dia dos Pais. Índios potiguaras da aldeia de Barra de Camaratuba (Baía da Traição-PB). (Fonte da imagem e das informações: Eu Bloggo, Cultura Popular)

Os potiguaras são um grupo indígena que habita o litoral norte da Paraíba, junto aos limites dos municípios de Rio Tinto, Baía da Traição e Marcação (na Terra Indígena Potiguara, Terra Indígena Jacaré de São Domingos e Terra Indígena Potiguara de Monte-Mor) e no Ceará, nos municípios de Crateús (na Terra Indígena Monte Nebo); Monsenhor Tabosa e Tamboril (Terra Indígena Mundo Novo / Viração ou Serra das Matas). Falam o potiguara, um idioma da família tupi-guarani.
A grande reserva paraibana dos índios potiguaras está no município de Baía da Traição. Conta com uma população de mais de dez mil índios, distribuídos em vinte e quatro aldeias, espalhadas em uma área de mais de trezentos km quadrados de reserva ecológica, dos quais quatorze são de praias virgens. A área da reserva, oferece um cenário belíssimo, onde a mata atlântica, rios, lagoas e estuários, misturam-se à cultura tradicional dos índios potiguaras, formando um contexto único, uma verdadeira relíquia antropológica, onde a natureza, a cultura indígena e seus conflitos com o colonizador, ainda estão fortemente vivas e preservadas.
Em tupi-guarani, potiguar equivale a “comedor de camarão”, por este motivo, vários descendentes da tribo dos potiguaras adotaram, ao serem submetidos ao batismo cristão, o sobrenome Camarão, sendo o mais famoso deles o combatente Felipe Camarão.
Compilado e adaptado da
Wikipedia, daqui e daqui.

5 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Que interessante a história e principalmente a adoção do sobrenome, Camarão, pelo tanto que gostavam dele.

Feliz final de domingo queridAngela
beijos

Janaina Staciarini disse...

Angela, eu não tinha noção da origem "Camarão". Adorei a foto e a história. Beijo beeem grandão.

Jôka P. disse...

Muito legal essa homenagem !

Luma disse...

Grande curiosidade! Não sabia que Felipe Camarão era um potiguar. Boa semana!! Beijus

Angela Ursa disse...

Márcia Clarinha, antes de ler essa matéria eu não conhecia a história do sobrenome do Felipe Camarão. Beijos!

Jôka, espero que você tenha tido um ótimo Dia dos Pais. Beijos!

Luma, pois é, foi realmente uma novidade. Beijos!