domingo, 22 de março de 2009

Giulio Cuccodoro, do Museu de Genebra, observa besouro que veio da Amazônia. (Foto: Philippe Wagneur-Museu de Genebra/Divulgação)

Museu suíço nega que besouro gigante da Amazônia tenha sido contrabandeado
(Informações extraídas de notícia publicada no site Globo Amazônia em 05/03/2009)

Maior coleóptero do mundo teria viajado por acidente em mala de turista.
Internautas questionam coincidência que levou inseto até museu suíço.

(Dennis Barbosa e Iberê Thenório Do Globo Amazônia, em São Paulo)

A publicação do caso de um besouro gigante (Titanus giganteus) que foi parar na Suíça após ter se escondido na mala de uma turista gerou reação dos internautas que visitam o Globo Amazônia. Eles questionaram como um animal de 14,5 centímetros de comprimento pode ter sido transportado vivo sem que ninguém percebesse. “Vocês acreditam mesmo que o besouro pegou carona? Talvez ele queria arranjar um emprego em Genebra”, ironizou um internauta em comentário deixado no Globo Amazônia. “Que historinha mal contada essa. Se foi por engano, por que não devolveram?”, questionou outro leitor.

Animal foi vítima
Para Cuccodoro, de Genebra, histórias semelhantes ocorrem com outros animais. “É um caso claro de contaminação, como piolhos que viajam escondidos nos cabelos de alguns viajantes, mas muito mais espetacular!”, argumenta Cuccodoro, em e-mail de resposta ao Globo Amazônia.
“Este pobre Titanus viajante deve ser considerado uma vítima direta do estado de poluição de nosso mundo moderno globalizado”, prossegue. Ele acrescenta que o animal exposto, após tratamento para permanecer conservado, pode servir para sensibilizar o público para as leis ambientais. No momento, o besouro se encontra em uma geladeira, à espera de um tratamento para que não se decomponha.
Segundo a versão divulgada pelo museu, uma viajante suíça encontrou o besouro em sua bagagem quando voltou a Genebra após ter visitado a Amazônia. A turista, que não foi identificada, colocou o inseto ainda vivo dentro de um vidro com álcool e chamou uma empresa de dedetização, temendo haver mais animais em sua casa. Um dos funcionários da empresa enviou o Titanus ao Museu de História Natural de Genebra, onde foi identificado.

6 comentários:

Jaqueline Sales disse...

Hoje é o DIA MUNDIAL DA ÁGUA, o dia em que o mundo se volta para a proteção e cuidado com esse liquido que é tão essencial à vida.


Obrigada pela sua passagem e mensagem nos Uivos da Loba. Ainda emocionada com o que me deixou, agradeço o ombro e a mão amiga, a palavra e o gesto, elementos que me fizeram um enorme bem.

BeijUivoooooooooooooosssssssssss da Loba

Márcia(clarinha) disse...

Putzz, que gigante feio, eca!
Tenho medo de insetos pequeninhos, imagina um insetão desse? Credo :(

Mas com certeza foi contrabandeado, que pena.

lindos dias amigAngela
beijos

Maria Clarinda disse...

Pois....ocasionalmente na bagagem de alguém....
Adorei o teu grito!!!!
Jinhos
muitos

Angela Ursa disse...

Amiga Loba, beijos floridos e carinho para você!
PS: Os homens ainda não perceberam a dimensão da importância da conservação da água de nosso planeta. Sem ela, nada sobrevive.

Márcia Clarinha, ele é feio mesmo. Só a besoura acha ele lindo :))
Beijos!

Clarinda, pois é, ele foi contrabandeado mesmo. Beijos da Ursa

janaina de almeida disse...

Esse besouro é feio, nojento asqueroso mas é de suma importância para o ecossistema.
Lembro muito bem Ursa,nas aulas de biologia sobre um besouro que é muito importante principalmente em fazenda, pois eles moldavam os estercos dos bois e colocavam seus ovos, uma coisa assim.
Lembrei de mais coisas:certa vez meu professor de biologis mostrou uma barata da Amazônia,enorme, as patas pareciam torneadas, de academia.
Beijos floridos.

Angela Ursa disse...

Janaina, obrigada pela explicação sobre a importância dos besouros :))
Nossa, uma barata da Amazônia com pernas torneadas?!! Essa eu preciso descobrir. Vou pesquisar.
Beijos floridos :))