quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Pedra da Tartaruga (Clique na imagem para ampliar e ganhar um papel de parede)

Pedra da Tartaruga na Praia do Perigoso, RJ

(Fonte: Jornal Copacabana - Texto: Renata Moreira Lima

Conta a lenda, que há alguns anos, um bandido de alta periculosidade fugiu da prisão e se refugiou numa praia paradisíaca perto de Guaratiba. O tempo passou, não se sabe o que aconteceu com o bandido, mas a praia foi batizada como Perigoso.
Para quem sai da Zona Sul é um longo trajeto até chegar lá. Como todo paraíso, é difícil o acesso. Tem que passar pela Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, subir a serra e seguir em direção à Praia de Guaratiba.
Chegando no canto esquerdo da praia é só perguntar. Você tem que subir umas ladeiras até chegar à trilha que leva à praia do Perigoso. O trajeto não é muito longo, mas você fica, pelo menos 20 minutos andando por uma paisagem privilegiada: mar de um lado e morro do outro.
No caminho você passa pela ilha do farol e pode avistar a pedra da tartaruga muito antes de chegar à praia.
Chegando no Perigoso, a vista é a praia de Grumari, que, de longe, fica pequena.
O canto direito é propício ao mergulho. Com uma mascara, pé-de-pato e snorkel o aventureiro pode se divertir vendo o que há de mais rico no mar, os seres que o habitam.
E não para por aí. A pedra da Tartaruga, além de compor uma paisagem deslumbrante, é usada para a prática do rapel. Perigoso e excitante para quem tem o espírito aventureiro.
Se o visitante ainda tiver forças depois de tanta atividade, pode voltar e continuar seguindo a trilha que chega ao Perigoso.
Mais adiante vai encontrar a Praia do Meio (famosa entre os praticantes de trekking).
Para não morrer de fome, a dica é dar uma “enfarofada básica” e levar algo para comer.
Fim de tarde chegando é hora de ir embora. Uma parada no boteco com vista para Guaratiba e água de coco refrescante.
Daí é pegar o carro e voltar para casa.
Em dia de sol, a praia do Perigoso é um prato cheio para quem gosta de praia, caminhada, mergulho e esportes radicais.

9 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Excelente dica! E pensar que ha 10dias estive pertinho, pertinho e não sabia dessa possibilidade de um grande passeio

almariada disse...

parece mesmo uma tartaruga :)
a olhar para...? um outro ser...
pus como papel de parede para meditar mais nesta história... porque esta imagem é toda uma história, não é?

um grande abraço

Angela Ursa disse...

Dona Sra. Urtigão, essa Pedra da Tartaruga é mais conhecida pelas pessoas que gostam de trilhas e rapel. Acho que também devia ser mais divulgada. Beijos da Ursa :))

Almariada, a tartaruga pode estar admirando o mar ou avistando mesmo algo interessante ao longe. Um mistério! :)) Beijos da Ursa

Janaina disse...

Ursa, boa dica,como ainda não divulgaram um lugar desse?Já saiu em algum programa de aventura?Agora, haja disposição de tempo e comida para uma bela aventura!Beijos floridos!

Angela Ursa disse...

Janaina, eu vi a imagem da Pedra da Tartaruga em um site e resolvi pesquisar no Google. Existem vários sites que falam dela. Mas acho realmente pouco divulgada pela mídia. Beijos floridos! :))

Luma disse...

Angela, eu sempre fiz esse trajeto para Guaratiba, principalmente quando a parentada mineira vinha para o Rio, mas nunca soube da existência desta ilha, nem mesmo da praia do perigoso. Faltou conversar com a população local!! Mas os botecos, conheci todíssimos! (rs*) Ah, que gostoso comer caranguejo olhando a vista do alto de Guaratiba!!
Agora que o Jornal divulgou, adeus sossego!! Beijus

Angela Ursa disse...

Luma, que legal saber que você passeia por lá. Mas esta notícia não foi divulgada em jornal, foi tirada de um site de dicas turísticas. Beijos!

Marcos Dhotta disse...

Caríssima! Que maravilha esse local e como você mesma disse: Ótimo para se fazer trilhas... E como sou chegado a uma aventura, esse dica é excelente. Pena que moro longe, mais fica a dica né mesmo? Um abraço do amigo Blogueiro ( Retornando com todo gás agora...)

tertulías disse...

Ahhhhhhhh---- eu quero ir lá!!!!!!!!