sábado, 27 de fevereiro de 2010

O iceberg agora está flutuando ao sul da Austrália

Iceberg gigante se rompe da Antártida e ameaça mudar correntes marítimas
(Fonte: MSN Verde - BBC Brasil)

Um vasto iceberg que se descolou do continente Antártico depois de ser abalroado por outro iceberg gigante pode causar alterações nas correntes marítimas do planeta e no clima, alertaram cientistas.

Pesquisadores australianos afirmam que o iceberg - que tem aproximadamente a metade do tamanho do Distrito Federal e está flutuando ao sul da Austrália - pode bloquear uma área que produz um quarto de toda a água densa e gelada do mar.
Segundo os cientistas, uma desaceleração na produção desta água densa e gelada pode resultar em invernos mais frios no Atlântico Norte.
Neal Young, um glaciologista do Centro de Pesquisa de Ecossistemas e Clima Antártico na Tasmânia, disse à BBC que qualquer interrupção na produção destas águas profundas super frias na região pode afetar as correntes oceânicas e, consequentemente, os padrões de clima ao longo de anos.
"Esta área é responsável por cerca de 25% de toda a produção da água de baixo na Antártica e, portanto, irá reduzir a taxa de circulação de cima para baixo", afirmou Neal Young.
"Você não irá ver isso imediatamente, mas haverá efeitos corrente abaixo. E também haverá implicações para os pinguins e outros animais selvagens que normalmente usam esta área para alimentar-se", completou.

Água aberta
O iceberg está flutuando em uma área de água aberta cercada de gelo do mar e conhecida como polinia.
A água gelada e densa produzida pela polinia desce para o fundo do mar e cria a água densa salgada que tem papel-chave na circulação dos oceanos ao redor do globo.
Benoit Legresy, um glaciologista francês, afirmou que o iceberg descolou-se da Geleira Mertz, uma língua de gelo saliente de 160 km na Antártida Leste, ao sul de Melbourne.
O iceberg foi deslocado pela colisão com outro iceberg maior e mais velho, conhecido como B-9B, que rompeu-se em 1987.
"A língua de gelo já está quase quebrada. Ela está pendurada como um dente frouxo", afirmou Legresy.
"Se eles (os icebergs) ficarem nesta área - o que é provável - eles podem bloquear a produção desta água densa, colocando essencialmente uma tampa na polinia", acrescentou.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

4 comentários:

ana de toledo disse...

Aiii que medinho de ser feliz com tanta coisa esquisita pelo mundo afora...
Estou sim de volta, minha querida!
Um beijão especial

Janaina disse...

Ursa,quando escutei essa notícia,fiquei chateada pois isso já atinge a nós...
Está para acontecer um tasunami no Havai,não é?E não é aquele da Furacão 2000 não,ein...
Beijos floridos e melancólicos,um abraço.

Tertúlias... disse...

Que coisa mais impressionante... Assusta...

Angela Ursa disse...

Ana, Janaina e Ricardo, o que me assustou mais foi, além disso, o fato de acontecer também o terrível terremoto no Chile, com os tsunamis.
Que Tupã proteja nosso planeta e a todos nós! Beijos