sábado, 17 de setembro de 2005

MAIS CIDADES AMIGAS DA AMAZÔNIA
Mais dois municípios aderiram ao programa Cidade Amiga da Amazônia esta semana. No Rio de Janeiro, após intensa campanha e protestos do Greenpeace e dos ciberativistas, o prefeito César Maia (PFL) finalmente editou o decreto que garante a adoção ddo programa nas obras públicas da cidade. Já na Grande São Paulo, o prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT), assinou o termo “Compromisso pelo Futuro da Floresta”.Ao adotar critérios para a compra de madeira nas licitações promovidas pela prefeitura, as administrações dessas cidades estarão ajudando a fechar o mercado para quem trabalha com madeira de origem criminosa.
SAIBA MAIS visitando o site do Greenpeace Brasil
_____________________________________________________
Greenpeace 34 anos!
No dia 15 de setembro de 1971, há 34 anos, um grupo de voluntários e jornalistas foi detido quando navegava rumo às Ilhas Aleutas, perto do Alasca, para protestar contra os testes nucleares dos EUA na região. Os ativistas não chegaram a seu destino, mas atingiram seu objetivo: chamar a atenção do mundo para o perigo e a destruição causados pela energia nuclear. Nascia, assim, o Greenpeace.

6 comentários:

Jôka P. disse...

Sou o homem branco ( e louro) número 1.600 na Floresta da Índia Ursa !!!
:)
Bjs,
JÔKA P.

Angela Ursa disse...

Saudações, querido amigo cabelos dourados! Beijos perfumados da Ursa :)) Aceita um chá?

Jôka P. disse...

Respondendo à sua natural curiosidade, amiga :
as "moreninhas", entende ?
Bjs,
JÔKA P.

Angela Ursa disse...

Jôka, eu refiz meu comentário no Avenida, mas só depois que postei, vi que você já tinha respondido.
Ainda bem que eu tenho cabelos castanhos (risos). Beijos!

Palpi disse...

É ainda que nasceu esse Greenpeace. Poucos respeitam, mas já é uma grande coisa.
Beijo e bom domingo.

Angela Ursa disse...

Amiga palpiteira, o Greenpeace é a pedra no sapato dos destruidores da natureza ;)) Beijos!