quarta-feira, 14 de setembro de 2005

Sons da natureza (Fonte)

Papagaio-do-mangue (A. amazonica)
Ariranha (P. brasiliensis)
Sapinho-verde (A. perviridis)
Curicaca-plumbea (T. caerulescens)
Sapo-cururu (Bufo paracnemis)
Gente-de-fora-vem (C. gujanensis)

Vozes da Floresta Atlântica (Mata Atlântica)
A Mata Atlântica é uma das florestas mas exuberantes do planeta e guarda milhares de espécies da fauna e flora. O conjunto vegetal que compõe a Mata Atlântica é muito complexo, principalmente onde predomina a floresta pluvial tropical de encosta, conhecida como Mata Atlântica propriamente dito. Situa-se na região costeira do Brasil indo do Rio Grande do Norte até Santa Catarina na fronteira com o Rio Grande do Sul. A mata atlântica constitui-se das seguintes formações: - Floresta Ombrófila Densa ( Mata Atlântica ou Mata de Encosta) localizada nas encostas da Serra do Mar e em várias ilhas da costa de São Paulo, rio de Janeiro e Paraná principalmente; - Floresta Estacional Semidecidual ( Mata de Interior) no Planalto Brasileiro e margens do rio Paraná; - Floresta Ombrófila Mista (Mata de Araucária) sobressaem as araucárias (Araucaria angustifolia) ocorrendo no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em pontos isolados do Estado de São Paulo. As árvores geralmente chegam a 20 ou 30 metros de altura e como têm uma distribuição escalonada não formam um dossel contínuo, como normalmente acontece na Floresta Amazônica. São inúmeras as bromélias. Sua fauna também é riquíssima, e se compõe de inúmeras espécies aves, anfíbios anuros, mamíferos, com destaque para os primatas, roedores, insetos, invertebrados etc. Em vista da sua riqueza faunísitica, quando estamos no interior da mata atlântica percebe-se muitos sons que denotam toda a sua biodiversidade; são prinvipalmente vocalizações de aves, anfíbios anuros, insetos etc.
Exemplos de sons. Selecionamos alguns sons desta complexa floresta para que você a conheça um pouco:
- Aves
- Vireo olivaceus; Juruviara; Red-eyed Vireo
- Pitylus fuliginosus; Bico-de-pimenta; Black-throated Grosbeak
- Chiroxiphia caudata; Tangará;Swallow-tailed Manakin
- Colaptes campestris; Pica-pau-do-campo; Campo Flicker
- Anfíbios Anuros
- Physalaemus cuvieri
- Leptodactylus fuscus

3 comentários:

nanbiquara disse...

Adorei o sapo-cururu e o tangará.
O sapo-cururu faz um barulhão, parece uma matraca, :).
"Sapo-cururu na beira do rio, sapo quando canta maninha é porque tem frio...".
E o tangará pia tão mavioso.
Parabéns, a floresta está cada vez melhor.
Beijos, :).

Diana disse...

Lindos.....

Lemrei tb o que Nanbiquara falou....a musiquinha ..cantaram pra mim.....cantei pra minha filha...
Puxa ...cada vez mais apaixonada por aqui.....

Não queria me estender ...até pq não tenho maiores noticias....mas teve uma reunião em Foz do Iguaçu, com indios de escolas.....lindo....eles passando costumes....danças....e crianças e jovens atentos...aprendendo....
Como temos que aprender né....

viu......já tomei liberdades...rsrsrs....
Mais beijos...

Angela Ursa disse...

Amigas nanbiquara e diana, a música do sapo cururu também fez parte da minha infância :))
Diana, fiquei feliz de saber do seu contato com os índios em Foz do Iguaçu. Beijos florestais!