terça-feira, 27 de dezembro de 2005

Projeto "Aldeias Vigilantes" (Fonte)
O projeto “Aldeias Vigilantes: uma nova abordagem na Proteção dos Conhecimentos Tradicionais e no Combate a Biopirataria na Amazônia” visa levar a comunidade indígena um programa de caráter informativo, educativo e conscientizador sobre fatos envolvendo apropriação dasautorizada de conhecimentos tradicionais e recursos biológicos da Amazônia, numa linguagem adequada à diversidade étnica e cultural de cada Povo.
Pretende-se assim, iniciar um processo de discussão e formação de “Aldeias vigilantes”, as quais serão as principais responsáveis, in locu, no combate da biopirataria na Amazônia.
Trata-se de uma proposta que surgiu conciliando as atuações da ONG Amazonlink, dos Povos Indígenas Katukina, Manchineri, Yawanawá e Kaxinawá com as preocupações demandadas II Encontro Interinstitucional dos Povos da Floresta do Vale do Juruá/AC, em abril/maio 2003.
Inicialmente o Projeto conta com o financiamento do Governo Federal por meio Departamento do Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente.
O projeto está sendo realizado junto à comunidade dos Manchineri da Terra Indígena do Mamoadate, no Município de Assis Brasil, estado do Acre, como forma de piloto para implantação nas demais comunidades indígenas do Acre. A segunda etapa do Projeto receberá recursos do Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça.
A implementação do projeto constitui-se numa importante ferramenta no processo de discussão sobre o acesso aos conhecimentos tradicionais, aos recursos da biodiversidade e a repartição justa dos benefícios oriundos da comercialização desses recursos para as comunidades, bem como sobre resgate e valorização das culturas e saberes tradicionais. Esta iniciativa trata-se de um Projeto Piloto para região Amazônica na defesa dos conhecimentos tradicionais e da biodiversidade local, com a expectativa de e a partir dos resultados alcançados, ser ampliado para outras comunidades tradicionais, tanto no âmbito do Estado do Acre, como da Amazônia Brasileira e demais estados membros da federação.

4 comentários:

Anne disse...

Bem interessante esse projeto das Aldeias Vigilantes! Porque é quem está no lugar que vai conseguir nos proteger de alguma forma contra a biopirataria. Porém, acredito que igualmente importante seria ter um apoio financeiro do governo federal para pesquisa científica na Amazônia, parece que as pesquisas existentes são em número muito pequeno.
Beijos,
=^.^=

Angela Ursa disse...

Anne, se houvesse mais pesquisas no Brasil e mais interesse das autoridades, diminuiria a biopirataria. Porque os estrangeiros vivem na Amazônia pesquisando e levando plantas daqui para usar e registrar no exterior. Beijos!

Margaret Dal-Ri disse...

Ângela
Acho importante preservar os conhecimentos tradicionais.É a própria identidade indígena que será preservada.Importante para o conhecimento das futuras gerações.

Angela Ursa disse...

Oi, Margaret! Isso mesmo, é importante preservar a identidade, a cultura indígena. Beijos da Ursa em contagem regressiva para 2006! :))