sexta-feira, 13 de janeiro de 2006

Índia jaminawa (Fonte da imagem)

Jaminawas querem demarcação de terras
(Trecho de matéria publicada no site
Amazônia.org.br - Fonte )
Índios alegam que Funai e PPTAL estão com o dinheiro e até agora não foram visitar as aldeias

Um povo abandonado Dentre as 16 etnias indígenas acreanas, a jaminawa é a mais desprotegida, tanto do ponto de entidades que as atende, como também de não possuírem terras que os abriguem, exceto uma no igarapé São Lourenço em Assis Brasil. Além dos fatores externos, os desentendimentos internos entre as várias famílias acaba fazendo que elas migrem e, sem áreas alternativas para viverem, vêem se jogados nas ruas das cidades.
“Estranhamos essa demora para o início da demarcação de nossas terras, até porque o dinheiro para isso está liberado desde 2003, tanto que deveria ter sido executado no Plano Operativo Anual (POA) de 2004”, afirma o documento. Nele segue o relato de que: “Nosso povo jaminawa tem sofrido muito com esses atrasos nos estudos e a identificação de nossas terras. Em decorrência disso, muitos de nossos parentes estão migrando e mendigando nas ruas de algumas das principais cidades acreanas como rio Branco, Brasiléia, Sena Madureira e Assis Brasil. Queremos saber porque isso está acontecendo já que dinheiro não falta para que o trabalho seja realizado”.
A terra indígena do Caeté abriga 126 índios e a do Guajará 120. Embora o dinheiro para a demarcação das terras já esteja à disposição da Funai, há mais de dois anos, até agora nenhum grupo técnico de identificação e delimitação de terras se deu ao trabalho de visita-los. Quanto ao dinheiro, não se sabe o que foi feito, alegam as lideranças. (Juracy Xangai)

4 comentários:

Matilda Penna disse...

A índia jaminawa é muito bonita, esse adereço eu não conhecia, nela ficou bonito.
E índio sem terra, sem lugar, sem pouso é muito triste, é revoltante é...
Enfim, é ruim, hein?
Beijos, :).

Saramar disse...

Angela Ursa, boa noite
Linda a índia! Aliás, como todos os índios que você nos ostra aqui.
Feia, horrível a situação desses índios por cuulpa desse governo irresponsável e desumano que temos.

Silvio Vasconcellos disse...

E pensar que tudo o que pisamos era deles...
Hoje vivem em áreas isoladas, sem poderem praticar o nomadismo e perpetuar seu passado ou migram para as cidades e enchem os cinturões de miséria de um povo já sem memória.

Angela Ursa disse...

nanbiquara e saramar, também achei muito original e bonito esse enfeite da índia. Beijos!

Silvio, é verdade. Se a gente for pensar, os donos originais das terras eram eles e, agora, estão sendo expulsos de forma desumana e sem nenhum respeito aos seus direitos. Beijo da Ursa!