terça-feira, 21 de fevereiro de 2006

Capa de um dos livros de Daniel
Conheça o site de Daniel Munduruku
Formado em filosofia, com licenciatura em Historia e Psicologia, é escritor, mestrando em Antropologia Social (USP) e relações públicas do INBRAPI (Instituto indígena brasileiro da propriedade intelectual).
Foi professor na rede estadual e particular de ensino e atuou como educador social de rua pela Pastoral do Menor em São Paulo, capital.
Professor de mestrado em Educação em Valores Humanos ( Unicapital/SP e Uniube/MG), desenvolve oficinas pedagógicas e culturais para a formação das crianças e dos valores humanos. Esteve na Europa dando conferências sobre a cultura indígena e participando de oficinas culturais.
Autor de sete
livros infanto-juvenis, coordenador e incentivador de outras obras literárias e multi-mídia. E-mail: danielmunduruku@uol.com.br

Palavras de Daniel:
"Gosto muito de contar histórias.
Histórias moram dentro da gente, lá no fundo do coração. Elas ficam quietinhas num canto. Parecem um pouco com a areia no fundo do rio: estão lá, bem tranqüilas, e só deixam sua tranqüilidade quando alguém as revolve. Aí elas se mostram"

"O livro O segredo da chuva foi inspirado pelo meu filho Lucas, que faz a dança da chuva sempre que sente aflição pelo próprio crescimento. A ele e a todos que também se sentem assim eu dedico, desejando que nunca tenham medo de buscar e viver suas aventuras. Também dedico aos amigos Cauê e Moreno, primeiros leitores e incentivadores desta aventura. Que todos se divirtam".

7 comentários:

Palpiteira disse...

Aiai, dona Ursa, preciso dançar na chuva.
Beijo.

monica disse...

Quando criança adorava correr nas enxurradas.Aprendia assim que liberdade não tem preço.Abraço

Angela Ursa disse...

Amiga palpiteira, foi mandar para você um pau-de-chuva para você dançar aí. Beijos! :))

Monica, brincar na chuva dá mesmo sensação de liberdade. Beijos!

Taia disse...

Querida Angela, essa foto é linda mesmo. Fiquei tão apaixonada que postei.
Eu não quero me meter muito nessa confusão, mas posso dizer que Jõka tem humor e ele é acido.
Te digo isso pois disse isso a ele.
Eu o amo, adoro, de verdade.
Acho que tudo é um grande mal entendido e que ninguém deve tomar partido.
É ou não é?
Todas as cidades tem problemas e coisas lindas.
Procuro ver o lado positivo de tudo.
Nada de rixa. Não é essa a intenção de ninguém, só de realçar o que o Rio de Janeiro tem dde bom...
Um beijo enorme

Angela Ursa disse...

Oi, Renata! Eu não li os comentários relacionados ao desentendimento que foram deletados. Só hoje, vi no seu blog um comentário falando que a rixa ersa sobre Rio X SP. Eu concordo com você que cada cidade tem sua beleza e não há motivo para esse tipo de rixa. Acho que as pessoas podem discordar entre si sem precisar usar agressão.
Beijos da Ursa :))

Matilda Penna disse...

Devem ser maravilhosos esses livros infantis, a julgar pelas palavras do autor, :).

Angela Ursa disse...

Amiga nanbiquara, o Daniel parece ser mesmo uma pessoa com sensibilidade. Beijos!