segunda-feira, 17 de julho de 2006

Reserva Hopi, Arizona, Estados Unidos
(Fonte) * Este tópico foi feito em resposta ao pedido do amigo Hugo, do blog The Rainbow Warrior )

Para quem gosta de roteiros exóticos a opção é a reserva dos índios hopi, no noroeste do Arizona, nos Estados Unidos, encravada numa região cercada de outras reservas indígenas. Localizadas no alto das chamadas Mesas, platôs escarpados a 2 mil metros de altitude, suas pequenas vilas são seculares e alguns desses platôs chegam a ter não mais de 30 metros de largura. Extremamente tradicionais até hoje, os índios hopi não permitem o uso de máquinas fotográficas em suas terras e, como compensação, vendem aos poucos aventureiros um postcard com a última foto tirada em suas terras, há quase 40 anos, que retrata a vila de Walpi. Esse é o lugar da famosa Dança da Cobra, na qual os índios seguram cobras venenosas com suas próprias bocas. Como curiosidade, uma outra vila da reserva hopi, que infelizmente não pode ser fotografada, é tida como a "cidade" continuamente habitada mais antiga das Américas, com mais de 1.100 anos. Vale pedir o pão de milho azul.
(* João Fernando Camargo é presidente e diretor de criação da Avalanche Propaganda)
_________________________________________________________
Duas palavras da língua dos indios Hopi, simples e profundas ao mesmo tempo, quase conceitos filosóficos. A primeira é Koyaanisqatsi. Seus significados são vários: vida louca; vida confusa; vida desintegradora; vida desequilibrada; e a última e mais interessante, um estado de vida que exige outro modo de viver. A segunda palavra é Powaqqatsi, substantivo composto por powaq, que significa feiticeiro e qatsi, vida. O sentido geral se refere a uma entidade ou modo de vida que consome as forças vitais de outros seres, com o intuito de aumentar suas próprias forças. (Fonte)

13 comentários:

Jonas Prochownik disse...

Angela, voltei com saudades. Belo pst como sempre. Bjs. do teu amigo Jonas.

Angela Ursa disse...

Jonas, seja sempre bem-vindo à floresta! Beijos da Ursa! :))

GENÁ FRANCO disse...

Angela,
sou adepta da preservação das sabedorias das culturas antigas.
Meu primo Léo (arquiteto da UNB) participou de um congresso de preservação do meio-ambiente em Brasília. E me contava das tradições japonesas contadas por um palestrante japonês. O dia que o mundo descobrir isto e colocar em prática tudo será resolvido.
Beijos!

Janaina Staciarini disse...

Koyaanisqatsi acho que minha vida anda assim...
Beijão, Angela!

Márcia(clarinha) disse...

Que maravilha de lugar Angela querida, exótico sim....espetacular!
Saudades do sua floresta...
Dia lindo,
beijosssssssssssss

Angela Ursa disse...

Gená, a cultura oriental tem coisas muito bonitas. Beijos!!

Janaína, espero que, logo, as coisas se equilibrem em sua vida. Beijos floridos da Ursa! :))

Márcia Clarinha, carinho da Ursa para você! :))

Matilda Penna disse...

Interessante, não conhecia e essa palavra, powaqqatsi, é muito forte: modo de vida que consome as forças vitais de outros seres para aumentar a sua, nossa, que passe sempre longe!
Beijos, :).

greentea disse...

se eu pudesse era já pra lá q eu ia...

beijinhos

Tat Wam Asi disse...

Obrigado amiga! tambem descobri qus os Hopi são denominados os "Peaceful Little Ones" isto é "os pequenos pacificos".

Bem precisamos dessa energia.

bjs

Alba Regina disse...

oi querida...passe pra te deixar um beijo...ainda não contei as meninas e os meninos..mas são lindos! viu a foto? beijo!!!

Alba Regina disse...

oi querida...passe pra te deixar um beijo...ainda não contei as meninas e os meninos..mas são lindos! viu a foto? beijo!!!

Angela Ursa disse...

Nanbiquara, cada cultura tem seus mistérios. Energias poderosase essas! Beijos da Ursa

Greentea, quem sabe um dia você pode fazer um passeio até lá? Beijos!

Hugo, obrigada pela informação! Então eles são conhecidos como pequenos pacíficos. Que bonito! Beijos da Ursa :))

Albinha, fui na sua página mas não consegui localizar a foto dos cachorrinhos. Vou procurar no seu flickr. Beijos da Ursa! :))

Lia Noronha disse...

Ursa: com a vida louca que temos nos grandes centros urbanos....Koyaanisqatsi...seria a palavra mais usada!
Maravilhosa a sua floresta...sempre...e cada vez mais!
Obrigada pelo grande presente que nos dá sempre!
Beijos mil.