terça-feira, 26 de setembro de 2006


Poema " Retrato de Um Povo"
(Fonte: Índios Online)

A roupa de croá
Que oculta o seu rosto
Balançando o maracá
Com muita fé, com muito gosto.

Com um penacho que reluz
Cores que traduz
Toda fé, toda esperança.
Neles nossa confiança

O som da gaita convida
O povo todo a dançar
Pisando, rodando e cantando.
Ao som do maracá

7 comentários:

Diana disse...

Bom dia D. Ursa.....
Bonito a representatividade desses rituais né....
Bjs...

GENÁ FRANCO disse...

Angela Ursa Querida,
Adorei o link do Indios online.
Beijos!

marconi leal disse...

Desde pequeno sinto um fascínio espetacular por essa vestimenta indígena, cheia de mistério.

Matilda Penna disse...

Bonito poema, bonito traje, dançar ao som do maracá, pisando, rodando e cantando deve ser muito bom.
Beijos, :).

Márcia(clarinha) disse...

Que bonito poema retratando ritual, muito lindo!
linda noite querida,
beijosssssssssss

Angela Ursa disse...

Cheguei muito tarde aqui hoje. Vim agradecer a visita de vocês e deixar beijos para todos!! :))

Saramar disse...

Obrigada, querida.

São lindas as cores e imagino a música a que se refere o poema.
Duas maravilhas juntas, uma homenageando a outra.

beijos