domingo, 24 de setembro de 2006

Biraci Nixiwaka colhendo folhas de kene kawa, chacrona especial para temperar o cipó uni do vinho sagrado da ayahuasca, no baixo Buriti, situado nas cabeceiras do paranã Paturi, na TI Rio Gregório

Pajés relatam como nasceram os índios da grande floresta amazônica

(Notícia divulgada no blog Tupiniquim - Fonte: KaxiANA )

"A floresta amazônica é um imenso tesouro ainda muito pouco conhecido. Quem mais a conhece são os índios, mais precisamente os pajés, que sabem como ninguém para que servem partes de sua flora e de sua fauna. Mesmo assim, estima-se que o máximo que os índios conhecem são 10% de tudo que existe na maior floresta tropical do planeta. Dentro desse conhecimento, ainda limitado da floresta, os pajés indígenas são os que tudo ensinam na floresta. Ensinam desde a arte da cura, mostram a importância da proteção espiritual para a aldeia e contam as histórias, passadas de geração em geração, que explicam as razões dos acontecimentos atuais. E é uma dessas histórias antigas, de tempos imemoriais, que nos fala o cacique Biraci Brasil Nixiwaka, que lidera o povo indígena Yawanawá, habitante da Terra Indígena do Rio Gregório, no distante município de Tarauacá, no interior do Acre. Em texto que enviou ao antropólogo Txai Terri Aquino, que o publicou na coluna "Papo de Índio", do jornal Página 20 (Rio Branco-AC), o cacique Biraci conta a história passada por muitas gerações de pajés que explicam a origem de seu povo e da maioria dos povos indígenas da língua Pano, hoje habitantes do Acre e do Sul do Amazonas." [notícia completa]

11 comentários:

manoel donini disse...

Angela Ursa. Que bom vir aqui, ouvir o canto do Uirapurú e ler coisas maravilhosas que você escreve sobre este nosso Brasil.Lembrei-me de época de criança ( bem pequena)via meu pai ( morávamos no mato)colhendo cipó e outras plantas e, colocava para curtir num garrafão com vinho.Nunca soube exatamente do que se tratava. Um abraço.

Diana disse...

Bom dia.....

concordo com Manoel.....tb lembro dessas coisas....dos remédios....dos temperos....
Boa semana pra vc...
Bjs...

Jôka P. disse...

Dona Ursa,
tá chovendo "canivetes" na nossa Copacabana !
Beijos cariocas !
:D

GENÁ FRANCO disse...

Nossa, Angela, 10% é muito pouco ...
Quem vai aproveitar o restante são nossos filhos e netos, se souberem cuidar com carinho!
Beijos!

Angela Ursa disse...

Manoel e Diana, é tão bom aprender esses ensinamentos com os pais. A geração deles tinha muita sabedoria. Beijos da Ursa :))

Jôka, depois me conta como ficou o tempo por aí. A chuva causou muito estrago em Copa? Espero que não! Beijos floridos da Ursa :))

Gená, por isso, é muito importante a nova geração aprender a cuidar da natureza. Beijos da Ursa!

Kristal disse...

São sábios os ensinamentos dos pagés !
Eu tenho loucura para conhecer e quem sabe um dia namorar um cacique.
Você poderia me apresentar algum ?
beijo
Kristal

Matilda Penna disse...

Bom conhecer essas histórias dos pajés e 10% é muito pouco, tanto para descobrir e vão destruindo antes disso, uma pena...
beijos, :).

marconi leal disse...

Fiquei absolutamente estarrecido com informação de que os índios conhecem no máximo 10% da floresta! Afora isso, incrível, o texto, Ursa!

Janaina Staciarini disse...

Adorei o texto, Angela... desculpa meu sumiço.

Roy Frenkiel disse...

Angela, neste final de semana postarei no Reacao Cultural (www.reacaocultural.blogspot.com) a primeira materia influenciada por sua ajuda, sobre os indio Gaviao e regiao especifica, em Rondonia, incluindo carta de um professor da aldeia, contra a construcao das barragens as hidreletricas. Obrigado!

maiores informacoes a respeito do projeto, querendo colaborar, debater e sugerir, escrevam a:

admin@reacaocultural.com

Angela Ursa disse...

Kristal, a Ursa vai procurar na floresta um cacique bem bonito para você namorar ;)) Beijos!

Nambiquara e Marconi Leal, eu também achava que eles conheciam muito mais. Beijos!

Janaína, não precisa se desculpar, viu? Eu sei que muitas vezes não dá tempo de fazer um décimo do que a gente quer, por falta de tempo. Beijos!!

Roy, que ótima notícia!! Então, vou ficar aguardando o final de semana para ler a matéria. Beijos!