quinta-feira, 26 de março de 2009


(Fonte: Animalzoom )

O caititu ou cateto, o porco-do-mato (uma espécie ameaçada)
(Fontes das informações: 1 e 2 )

Nome científico: Tayassu tajacu

Os catetos ou caititus vivem geralmente em grupos de 5 a 10 indivíduos, mas há casos de grupos com 20 membros. Alguns machos podem viver solitários.
Andam em fileiras sobre atalhos e se dispersam na mata durante a alimentação. Comem frutos, lesmas, castanhas e fuçam o solo, procurando por raízes e invertebrados. Quando alarmados, eriçam os pelos e emitem um forte odor.
Os catetos podem ter atividade durante o dia ou à noite, dependendo do tempo, da estação e da disponibilidade de alimento.
O Brasil tem biodiversidades únicas - no Pantanal e na Amazônia. E, portanto, não é surpresa que continue a se descobrir novas espécies silvestres e selvagens da flora e da fauna. Ainda em 2004, descobriu-se uma nova espécie de porco-do-mato na Amazônia, o caititu-mundé, que chega a pesar o dobro em relação aos demais porcos-do-mato brasileiros.

4 comentários:

Luciana Negreiros disse...

Oi, sou a Luciana que a Bandeiras fez a postagem obrigada pelo comentário gentil.

Bjs e uma excelente sexta-feira!

luzdeluma disse...

Parece com capivara, né? Porque está em extinção?

Bom fim de semana! Beijus

janaina de almeida disse...

Se não fosse o seu post jurava que era capivara,beijos floridos.

Angela Ursa disse...

Luciana, seja bem-vinda à Floresta! Beijos da Ursa

Luma, ele tem o jeitão simpático das capivaras sim. Na matéria não dizia o motivo da extinção. Mas certamente deve ser porque estão matando demais para comer ou talvez por falta de habitat. Beijos!

Janaina, ele parece maior que a capivara, apesar da semelhança. Beijos floridos! :))