sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Dunas do Jalapão (clique na imagem para ampliar - FONTE)


JALAPÃO - TO

Jalapão possui uma paisagem de cinema. Repleta de cachoeiras, riachos e lagoas. Tudo isso pontuado por dunas de areia fina e avermelhada em meio à vegetação do cerrado. É sem dúvida um cenário perfeito para o turismo de aventura e esportes como rafting, canyoning e práticas verticais.
É um lugar a um só tempo atraente e rústico, pronto para ser conquistado. Seu nome nasceu de um hábito muito comum na região. Jalapa-do-brasil é uma planta nativa utilizada para curar males do estômago. Como tem sabor amargo, os habitantes costumam ingeri-la com um pedaço de pão. Daí a justaposição: jalapa-pão.
De todo modo, Jalapão impressiona pela grandeza: ocupa cerca de 20% do território do Estado de Tocantins. Chapadões de arenito, que alcançam mil metros de altura, dominam a paisagem. Aqui, dizem, o mar virou sertão.
Apesar de ostentar o título de deserto, a fauna movimenta o local: lobo-guará, veado-campeiro, ema, tamanduá-bandeira, onça-pintada e outras espécies da região se embrenham na vegetação típica do cerrado para fugir do sol inclemente, que acentua o clima seco, com temperatura sempre em torno dos 30ºC. A maior surpresa de quem se aventura aqui é constatar a abundância de rios perenes, com águas transparentes e ainda puras.

ATRAÇÕES:

Gruta de Suçuapara
Fenda de 60m de comprimento e 15m de altura aberta pela água em rocha arenítica, formando um pequeno cânion com cachoeira. Nas escarpas crescem musgos e centenas de samambaias. Estrada para Mateiros, 15 km.

Cachoeira da Velha
Duas quedas em forma de ferradura com 25m de altura e 100m de largura. Mesmo na estação de seca despeja grande volume de água no Rio Novo. Estrada para a Fazenda Triagro, 101 km.

Cachoeira do Lajeado
Sucessão de degraus por onde a água passa até formar uma queda de 10m e uma piscina natural. É preciso descer uma escada de pedras, algumas escorregadias. Estrada para a Fazenda do Chiquinho, 45 km.

Cachoeira do Brejo da Cama
Fica no meio da planície, em um buraco. Estrada para a Fazenda do Chiquinho, 50 km.

Dunas
Com vista panorâmica. Formação de enormes bancos de areia alaranjada com até 40m na base de um chapadão de 800m de altura na Serra do Espírito Santo. É resultado da erosão das rochas de arenito. Estrada para Mateiros, 136 km.

Fervedouro
Pequeno poço de água cristalina e morna, rodeado de bananeiras, com fundo de areia branca, que forma uma piscina natural de 8m de diâmetro. Está sobre um lençol freático que, ao lançar a água, forma bolha de ar na areia impedindo que o banhista afunde. Estrada para S. Félix do Jalapão, 192 km.

Cascata do Rio Formiga
Pequena queda em rio de água azul e cristalina. Estrada para S. Félix do Jalapão, 199 km.

Morro da Pedra Furada
Abertura na rocha, talhada pela erosão e ação do vento. Estrada para Pindorama do Tocantins, 31 km.

Turismo Aventura
Rafting no Rio Novo. Pouco explorado, tem pequenas cachoeiras e piscinas. Estrada para Mateiros, 120 km.

Fauna
Os animais mais observados são as onças, veados, capivaras, raposas, macacos e mamíferos de pequeno porte. Além das espécies de fauna comuns dos cerrados, vários exemplares em extinção são encontradas na região do Jalapão, caso específico do lobo-guará, suçuarana, veado campeiro e a anta. A avifauna regional conta com espécies como arara, papagaio, tucano, ema, seriema, quero-quero. Entre os répteis figuram sucuri, jibóia, cascavel, camaleão, teiú e muitos outros.

2 comentários:

Tertúlias... disse...

Será que quando eu voltar ao Brasil poderia "te alugar" por tres meses para voce viajar comigo para me mostrar tantas coisas lindas? ;-) Ah, se eu tivesse $ para isto... Fora de brincadeira: Ursa, voce deveria estar escrevendo programas para a televisao para este povo (me incluo na lista) comecar a conhecer o Brasil... Voce tem tantos conhecimentos!!!!!!!! Voce tem que alcancar uma massa maior de gente!!!! Só o Blog nao dá...

Dona Sra. Urtigão disse...

Sou doida para ir lá!