domingo, 13 de novembro de 2005

Dica de filme da Ursa
Geração Roubada (Título Original: Rabbit-Proof Fence - Austrália, 2002) É um drama de Phillip Noyce (O Colecionador de Ossos, Perigo Real e Imediato) estrelado por Kenneth Branagh. É a verdadeira história de Molly Craig, uma jovem aborígine australiana, que guia sua irmã e sua prima na fuga de um campo governamental. O campo foi criado como parte de uma política para treinar trabalhadores domésticos e integrá-los a sociedade branca. Com garra e determinação, Molly guia as meninas numa jornada épica, por 1500 milhas no interior australiano à procura da "cerca à prova de coelhos" que separa o país e as levará para casa. Essas garotas pertencem à chamada "geração roubada".

7 comentários:

111x6 disse...

Obrigado pela dica ...seu espaço natural está cada dia mais bonito e aconchegante . Um beijo com carinho .
Observação : Dia 18 de novembro é dia do meu aniversário !

Angela Ursa disse...

Olá, Ivo! Vem sempre que quiser passear na floresta da Ursa. Obrigada pela visita e pelo comentário gentil! Beijo da Ursa
PS: Já anotei o dia do seu aniversário, viu? :))

Silvio Vasconcellos disse...

Olá Ursa!

Obrigado pela dica!

Pelo breve resumo deve ser uma história interessante... mais um povo excluído que vive num país com uma imagem de liberdade (e não estamos falando da França).

Abraços do sul!

Angela Ursa disse...

Boa tarde, Sílvio! A Ursa ficou feliz com sua visita à floresta. Esse filme mostra um fato real ocorrido com crianças aborígenes, quando o governo inglês resolveu separar as que eram consideradas mestiças de suas famílias. A finalidade era fazer com que elas se casassem e tivessem filhos com os ingleses, para "clarear" a raça. Uma demonstração terrível de racismo e destruição da identidade aborígene. Abraços florestais para você!

Margaret Dal-Ri disse...

Fiquei curiosa, anotei para assistir.

Saramar disse...

Angela, já assisti duas vezes. É uma impressionante e abominável história. E a luta das duas meninas foi algo terrível e muito emocionante.

Angela Ursa disse...

Margaret, vale muito a pena ver esse filme e conhecer esse fato pouco divulgado. Beijos!

Saramar, legal saber que vc já assistiu o filme! Como sofreram essas meninas! Beijos!