domingo, 15 de janeiro de 2006

Brigitte Bardot protesta contra caça no Alasca
(notícia publicada em 13/01/2006, Fonte: ambientebrasil)
A ex-atriz e ambientalista francesa Brigitte Bardot, enviou uma carta de protesto às autoridades do Alasca, Estados Unidos, na qual pediu ao governador, Frank Murkoski, que acabe com a caça de lobos. Na carta, a ex sex-symbol francesa se disse "chocada por ser o terceiro ano consecutivo que se realiza esta caçada aérea contra os lobos e que se assusta com a "permissão" dada pelas autoridades deste Estado. Famosa pelo seu ativismo político e social, Brigitte reclamou, em setembro passado, do uso de cães e gatos como iscas vivas usadas na pesca de tubarões em la Réunion, ilha francesa do oceano Índico. (Folha Online)
______________________________________

Reaberta caça aos lobos no Alasca com avião
(Fonte:
Defenders of Wildlife, Maio de 2004 - matéria publicada AQUI)
O Alasca alberga a maior população que resta de lobos cinzentos nos Estados Unidos da América com cerca de 7000 a 9000 indivíduos. Mas, ao contrário do que acontece nos 48 estados mais abaixo, os lobos no Alasca não são protegidos pela "Endangered Species Act". A caça do lobo é permitida na maior parte deste estado e quase 7500 lobos foram mortos nos últimos cinco anos.
Actualmente, uma das maiores ameaças aos lobos do Alasca deve-se à caça aérea. Foi em Junho de 2003 que o governador do Alasca, Frank Murkowski, assinou uma lei permitindo a matança dos lobos utilizando aviões apesar de ir contra a vontade dos habitantes deste estado.
Para ver mais pormenores e assinar a petição contra esta prática visite:
http://www.savealaskawolves.org/ (site em inglês)

2 comentários:

hugo disse...

Como é possivel não respeitar esse animal com um espirito tremendo.

Enfim...

Saramar disse...

Um absurdo, um avergonha, uma covardia! Quando o homem agirá como os animais? Quando não houver mais nada no planeta?